Homem sorrindo enquanto vê algo no computador a sua frente Homem sorrindo enquanto vê algo no computador a sua frente

Boletim B&T Câmbio – Janeiro

Por: | 5 de janeiro de 2023 |

COMERCIAL

Uma análise de 2022 e as perspectivas para 2023

O ano de 2022 marcou o mundo e o mercado financeiro com uma série de acontecimentos. Então, convidamos você para dar uma olhada nos principais eventos do que passou e o que podemos prever para 2023. Vamos lá?

Rússia X Ucrânia

No início do ano, em fevereiro, a guerra entre Rússia e Ucrânia já assustava e jogava incertezas não só para os dois países como para o resto do mundo. O conflito afetou diretamente o preço de commodities como petróleo, gás natural, trigo e milho, uma vez que os países envolvidos eram os principais exportadores desses produtos. 

No Brasil, apesar de toda apreensão no agronegócio, conseguimos encontrar novos exportadores de insumos agrícolas, visto que a Rússia representava 25% dos fertilizantes usados nas safras nacionais. 

Já os investidores passaram a buscar novos mercados emergentes, como o Brasil. O papel de exportador de commodities acabou beneficiando o real e abriu perspectivas para a entrada em mercados globais. 

As sanções comerciais impostas à Rússia fizeram com que os valores das commodities subissem pelo risco provável de escassez. Assim, a inflação que já era alta, piorou.

 

O combate à inflação nos EUA

Em março, no dia 16, o Fed (Banco Central dos Estados Unidos) subiu sua taxa de juros pela primeira vez desde 2018. Até 31 de dezembro foram sete altas de juros na tentativa de frear a inflação no país. O efeito repercutiu em diversos países do globo, com destaque para o Reino Unido e outros países da Europa, e Austrália. 

No dia 14 de dezembro, o Fed anunciou sua última decisão do ano: alta de 0,5 ponto percentual na taxa de juros, que agora fica entre 4,25% e 4,50%. Em comunicado, o banco afirmou que levou em conta a baixa taxa de desemprego no país e a inflação ainda elevada, em 7,1% no acumulado dos últimos 12 meses. A guerra na Ucrânia também segue pressionando a inflação, não só nos EUA como globalmente. 

Vale lembrar que a escalada de juros nos Estados Unidos acaba afastando o investidor internacional dos países emergentes, como o Brasil. Com menos dólares no país, a cotação da moeda sobe. 

Leia o artigo do Tulio Portella, Diretor Comercial e Varejo da B&T Câmbio, sobre o novo comportamento do consumidor de câmbio.

A Selic no Brasil e as decisões do Banco Central

No Brasil, a Selic, a taxa básica de juros da economia, começou 2022 em 9,25%, e ao longo do ano vimos um aumento gradativo, chegando aos atuais 13,75%.  O Boletim Focus de 19 de dezembro manteve a projeção para a taxa Selic no fim de 2023 em 11,75% ao ano. 

Paridade Dólar e Euro

Em 12 de junho vimos a paridade das cotações do dólar e euro, o que não acontecia há 20 anos. Na ocasião, o euro atingiu US$ 1, registrando queda de cerca de 12% de janeiro a junho. 

Entre os motivos que levaram ao inédito fato, estão a crise de fornecimento de energia decorrente da Guerra na Ucrânia e o risco de uma recessão na Europa.

China e a política de covid-zero

Do outro lado do mundo, a política de tolerância zero à Covid-19 na China também mexeu com a cadeia de suprimentos globais em 2022.  Entre as medidas, estavam o fechamento de empresas e comércio nas áreas de confinamento. A população se revoltou através de diversas manifestações para acabar com as restrições impostas.

As principais notícias de 2023 você acompanha no Boletim B&T!

Essa é a nossa primeira edição de 2023! Não deixe de acompanhar o nosso Boletim B&T mensalmente para saber o impacto dos principais eventos macroeconômicos e políticos do mundo nos seus investimentos e negócios.

Últimos Posts

Boletim B&T Câmbio – Junho

Por: | 13 de junho de 2024

Visão de Especialista Com Diego Costa – Head de Câmbio da B&T – Norte e Nordeste Juros nos EUA e mercados globais: perspectivas para o Dólar no final do primeiro semestre A perspectiva de flexibilização da política monetária nos Estados Unidos impulsiona o otimismo nos mercados globais. No entanto, na reta final de maio, apesar […]

Ler Matéria

Conheça o Visto EB-5 de investidor: o caminho para se tornar residente nos EUA

Por: | 7 de junho de 2024

O sonho de viver nos Estados Unidos é compartilhado por muitas pessoas ao redor do mundo. Seja pela qualidade de vida, pelas oportunidades de negócios ou pelo desejo de oferecer um futuro melhor para a família, o país continua atraindo imigrantes de todas as partes. Uma das maneiras mais eficazes e rápidas de alcançar o […]

Ler Matéria

Intercâmbio no Canadá: veja 6 motivos para escolher o país

Por: | 29 de maio de 2024

Se você pensa em fazer um intercâmbio certamente já colocou o Canadá como uma de suas opções. Seja para estudar ou trabalhar, o país é uma excelente escolha para imigrantes. Selecionamos aqui 6 motivos que vão te ajudar a decidir se o Canadá será o seu próximo destino! O Canadá é o segundo maior país […]

Ler Matéria