Como funciona a cotação do dólar? Como funciona a cotação do dólar?

Como funciona a cotação do dólar?

Por: | 22 de fevereiro de 2022 |

O dólar é uma moeda de interesse mundial e isso se deve ao poder, não só da economia dos Estados Unidos, como também do valor da moeda e como ela pode influenciar transações financeiras em todos os continentes.

Se você tem interesse em saber sobre o dólar e como funciona sua cotação. Acompanhe este conteúdo!

Boa leitura!

O que é a cotação do dólar e como funciona?

O dólar sofre variações todos os dias. Seu valor é objeto de atenção do mercado, pois impacta ações, alimentos, produtos e todas as negociações em que possa estar direta ou indiretamente envolvido. 

Dessa forma, a taxa de câmbio entre o real e o dólar, ou seja,  o valor em real para adquirir um dólar, é usado por pessoas e empresas para guiar suas decisões sobre quando comprar, vender ou investir na moeda.

A cotação do dólar é influenciada pela lei da oferta e da demanda.Por exemplo, se há uma quantidade maior de dólares no Brasil (oferta), o preço do dólar tende a diminuir. Entretanto, se há uma maior demanda e uma menor oferta, ocorre o oposto, e o valor da moeda sobe.

Por isso, investimentos estrangeiros no país acabam facilitando a queda do dólar, pois aumentam a quantidade de dólares circulando em território nacional.

Leia também: O IOF será zerado até 2029? Entenda tudo aqui!

Como funcionam as altas e as quedas do dólar?

A cotação da moeda americana é afetada por diversos fatores econômicos.

No caso da queda do dólar, se o número de exportações para o exterior aumentar em volume (superávit), os valores pagos em dólares ao país pelas empresas estrangeiras favorecem a queda.

Outro motivo seria a alta dos juros brasileiros que atraem capital de fora e o turismo de pessoas estrangeiras no país.

Já no caso da alta do dólar, o déficit comercial impacta diretamente na cotação da moeda. Ou seja, quando o país realiza mais importações do que exportações, a moeda tende a aumentar seu preço.

Além disso, quando aumenta a procura de brasileiros para viajar ao exterior, o dólar também pode aumentar seu valor, já que a demanda por ele cresce.

Leia também: 10 fatos sobre o dólar que você talvez não saiba

Outro motivo vem dos Estados Unidos, quando os juros americanos sobem, os olhares são direcionados para lá, ou seja, o mercado torna-se mais interessante para investidores em relação ao Brasil.

Outra razão para a alta do dólar seria cenários incertos como eleições políticas, por exemplo. A incerteza interna provoca a retirada de investidores estrangeiros do país. 

Neste outro conteúdo, falamos mais sobre como evitar perder dinheiro nestes períodos de instabilidade, acesse aqui.

Tipos de dólar

O dólar pode ser enquadrado como comercial ou turismo. Se você já passou pela situação de ver uma cotação mais baixa e outra um pouco mais cara, você provavelmente já se deparou com esses dois tipos de dólar.

O dólar comercial é aquele divulgado pela imprensa nos jornais e informativos de economia. Seu valor é usado em operações para o exterior como em importações e exportações, e também em negociações do Governo.

Já o dólar turismo é o valor praticado em casas de câmbio e em compras no cartão de crédito usado no exterior. Geralmente é um pouco mais caro que o comercial. Isso acontece porque nele estão aplicados outros tipos de taxas como de logística e transporte.

Leia também: Quais as diferenças entre dólar comercial e dólar turismo?

Quem pode comercializar dólar no Brasil?

Para comercializar dólares no Brasil é preciso ter autorização do Banco Central. Instituições como bancos, corretoras, agências de turismo e casas de câmbio podem ter permissão desde que cumpram com as regras do órgão regulador. 

A B&T Câmbio, por exemplo, é autorizada pelo Banco Central e obedece aos mais transparentes e confiáveis processos em suas operações. Por este motivo, a empresa recebeu o Selo de Conformidade da Associação Brasileira de Câmbio (ABRACAM).

Leia mais: Transparência e confiabilidade – ABRACAM reconhece B&T com Selo de Conformidade

Conheça a B&T

A B&T Câmbio é uma referência no mercado e já atendeu mais de 1 milhão de pessoas e mais de 12 mil empresas. Além de ser a maior corretora de câmbio do Brasil, conta com uma ampla rede de lojas de câmbio espalhadas por todas as regiões do país.

Por meio da atuação em câmbio comercial e turismo, cobre 189 países e oferece soluções para pessoas físicas e jurídicas com eficiência, segurança e qualidade.

Confira os nossos produtos e serviços aqui.

Últimos Posts

Boletim B&T Câmbio – Julho

Por: | 15 de julho de 2024

Visão de Especialista Com Tulio Portella – Diretor Comercial da B&T B&T e XP: parceria transformadora para o mercado de câmbio. A união entre as marcas B&T Câmbio e XP Inc. representa um marco no mercado de câmbio brasileiro e vai beneficiar a todos: os clientes, o mercado e o país como um todo. Esta […]

Ler Matéria

Veja 4 vantagens ao internacionalizar a sua empresa

Por: | 8 de julho de 2024

Existem muitos motivos que levam um empresário à internacionalização de sua empresa. A necessidade de manter o negócio competitivo no mercado e alcançar um crescimento sustentável tem sido um grande motivo para levar as empresas para o exterior. Sabemos que expandir para fora do país pode parecer desafiador, mas existem muitas vantagens também. Neste artigo, […]

Ler Matéria

Contratar um seguro-viagem é obrigatório?

Por: | 1 de julho de 2024

Viajar é uma das melhores experiências que podemos ter. Conhecer novos lugares, culturas e pessoas amplia nossos horizontes e nos proporciona momentos inesquecíveis. Porém, sabemos que imprevistos podem acontecer, e é aí que entra a importância do seguro-viagem. Mas, afinal, o seguro-viagem é obrigatório? A resposta é: depende do destino e do tipo de viagem. […]

Ler Matéria