Contratar um seguro-viagem é obrigatório?

Por: | 1 de julho de 2024 |

Viajar é uma das melhores experiências que podemos ter. Conhecer novos lugares, culturas e pessoas amplia nossos horizontes e nos proporciona momentos inesquecíveis. Porém, sabemos que imprevistos podem acontecer, e é aí que entra a importância do seguro-viagem.
Mas, afinal, o seguro-viagem é obrigatório? A resposta é: depende do destino e do tipo de viagem. Continue a leitura e saiba quais são os países que exigem o seguro-viagem.

A importância do seguro-viagem

Mesmo quando não é obrigatório, contratar um seguro-viagem é uma medida que preserva não só a sua saúde física, mas a sua saúde financeira também. Ele pode cobrir uma ampla gama de imprevistos, incluindo despesas médicas de emergência, cancelamento de viagem, perda de bagagem e muito mais. Além disso, oferece tranquilidade, permitindo que você aproveite sua viagem ao máximo, sabendo que está protegido contra eventuais problemas.

Leia também: Pensando em sua próxima viagem? Confira essas dicas e garanta a segurança do seu dinheiro. | Blog B&T

Quais são as exigências de cada país?

Europa – Espaço Schengen
Se vai viajar para algum dos países que fazem parte do Espaço Schengen, o seguro-viagem será obrigatório para você. Para obter o visto Schengen, você precisa apresentar um seguro com cobertura mínima de 30.000 euros para despesas médicas. Este requisito é uma garantia de que o viajante terá suporte financeiro em caso de emergência médica durante sua estadia.

Ao todo, 26 países fazem parte do Espaço Schengen. São eles: Áustria, Alemanha, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Liechtenstein, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, Suécia e Suíça.

Portanto, se você está planejando visitar algum desses destinos, é importante contratar um seguro-viagem que atenda a essas especificações.

Austrália
O seguro-viagem não é obrigatório para turistas na Austrália, mas é muito recomendado devido aos altos custos de saúde no país. Mas, se você for um estudante internacional, o seguro de saúde OSHC (Overseas Student Health Cover) é obrigatório e deve cobrir todo o período de estudo. Este seguro é uma exigência do visto de estudante e é essencial para garantir que você terá acesso aos cuidados necessários durante sua estadia.

Estados Unidos
Viajar para os Estados Unidos sem um seguro-viagem pode ser arriscado. Embora não seja obrigatório para turistas, os custos médicos nos EUA são extremamente altos, e uma simples consulta ou tratamento de emergência pode gerar custos extras comprometedores. Por isso, contratar um seguro que cubra despesas médicas e outros imprevistos, pode garantir uma viagem mais tranquila e segura.

Cuba
Em Cuba, o seguro-viagem é obrigatório e deve incluir cobertura médica. Os viajantes devem apresentar uma apólice de seguro no momento da chegada ao país. Este requisito é uma medida de segurança para garantir que todos os visitantes tenham acesso aos cuidados médicos necessários durante a estadia.

Emirados Árabes Unidos
Atualmente, os Emirados Árabes não exigem que os turistas tenham seguro-viagem para entrar no país. Mas, levando em conta que os custos de saúde podem ser bem elevados, é muito recomendado contratar um seguro-viagem que cubra despesas médicas.

Para aqueles que buscam vistos de trabalho, residência ou estudo, pode haver exigências específicas relacionadas ao seguro de saúde. Geralmente, trabalhadores expatriados precisam ter seguro de saúde fornecido pelo empregador.

América do Sul
Na América do Sul, a obrigatoriedade do seguro-viagem varia de país para país. Em geral, a maioria dos países sul-americanos não exige seguro-viagem para turistas, mas há exceções e recomendações específicas.

Demais países
As exigências de seguro-viagem podem variar significativamente de um país para outro. Alguns países não exigem seguro, mas recomendam fortemente, especialmente para cobrir despesas médicas e de repatriação. Outros podem ter requisitos específicos para certas categorias de viajantes, como estudantes e trabalhadores temporários.

Antes de viajar, verifique os requisitos do seu destino em relação ao seguro-viagem e considere as vantagens de estar protegido. Planejar é essencial para garantir que sua viagem seja segura e livre de preocupações. Afinal, a melhor maneira de aproveitar uma aventura é sabendo que você está preparado para qualquer imprevisto.

Conheça o seguro-viagem da Europa Câmbio

Com o seguro-viagem da Europa Câmbio você terá uma cobertura contra acidentes pessoais, problemas com voos, cuidados médicos especiais e extravio de bagagem.

Clique aqui e saiba mais sobre o seguro-saúde da Europa Câmbio e veja como podemos te ajudar durante a sua viagem internacional.

Boa viagem!

Leia também: Europa Câmbio: como se preparar para sua viagem internacional? – Blog B&T

Últimos Posts

Boletim B&T Câmbio – Julho

Por: | 15 de julho de 2024

Visão de Especialista Com Tulio Portella – Diretor Comercial da B&T B&T e XP: parceria transformadora para o mercado de câmbio. A união entre as marcas B&T Câmbio e XP Inc. representa um marco no mercado de câmbio brasileiro e vai beneficiar a todos: os clientes, o mercado e o país como um todo. Esta […]

Ler Matéria

Veja 4 vantagens ao internacionalizar a sua empresa

Por: | 8 de julho de 2024

Existem muitos motivos que levam um empresário à internacionalização de sua empresa. A necessidade de manter o negócio competitivo no mercado e alcançar um crescimento sustentável tem sido um grande motivo para levar as empresas para o exterior. Sabemos que expandir para fora do país pode parecer desafiador, mas existem muitas vantagens também. Neste artigo, […]

Ler Matéria

Boletim B&T Câmbio – Junho

Por: | 13 de junho de 2024

Visão de Especialista Com Diego Costa – Head de Câmbio da B&T – Norte e Nordeste Juros nos EUA e mercados globais: perspectivas para o Dólar no final do primeiro semestre A perspectiva de flexibilização da política monetária nos Estados Unidos impulsiona o otimismo nos mercados globais. No entanto, na reta final de maio, apesar […]

Ler Matéria